Sobre o IPC-IG

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG, na sigla em inglês) é um fórum global para o diálogo Sul-Sul sobre políticas de desenvolvimento inovadoras, que é fruto de um acordo de parceria entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Governo do Brasil, representado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). O mandato IPC-IG é promover a produção e divulgação de estudos e recomendações políticas, o intercâmbio de melhores práticas em iniciativas de desenvolvimento e a expansão da Cooperação Sul-Sul.

A voz para o crescimento inclusivo sobre o Sul Global e para o Sul Global

O IPC-IG foi fundado em 2004 e, desde 2013, recebe apoio operacional do escritório do PNUD no Brasil, cujo Representante Residente é também diretor do Centro. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) hospeda o IPC-IG e seus pesquisadores contribuem substancialmente para as atividades do Centro.

O IPC-IG vem oferecendo serviços e ferramentas para fortalecer as capacidades institucionais dos governos do Sul global, o que inclui o trabalho com questões de proteção social, análise, monitoramento e avaliação de políticas públicas. 

 

Missão

A missão do PNUD e do IPC-IG é promover o diálogo e facilitar o aprendizado entre países em desenvolvimento sobre políticas sociais inovadoras que levam ao crescimento inclusivo. As abordagens inovadoras de Cooperação Sul-Sul 

1.       Produção de conhecimento - realizando pesquisas e estudos, como análises e avaliações de políticas;

2.       Compartilhamento de conhecimento - facilitando o intercâmbio de experiências inovadoras e iniciativas entre os países do Sul; 

3.      Fortalecimento de capacidades - fornecendo e facilitando a construção colaborativa de atividades de capacitação e fluxos de conhecimentos entre os países do Sul. 

 

Leia mais sobre o trabalho do IPC-IG: faça o download do nosso One Pager Institucional (pdf). 

 

Parceiros

O IPC-IG tem parceiros nacionais e internacionais que realizam suas atividades por meio de acordos específicos ou colaboração mútua.  Estes incluem: Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA); o Banco Mundial; o Escritório de Avaliação Independente do PNUD (IEO); PNUD Cabo Verde; Escritório Regional do PNUD para América Latina e Caribe (RBLAC);o Programa Mundial de Alimentos (PMA); os escritórios da UNICEF  em Cabo Verde e na região do Oriente Médio e Norte da África (MENA), ONUMulheres; o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA); o Departamento de Relações Exteriores do Governo da Austrália (DFAT);  o Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional (DFID); a Agência Alemã para a Cooperação Internacional (GIZ); o Banco Asiático de Desenvolvimento (ADB); a Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL); Comissão Económica e Social para a Ásia e  o Pacífico (ESCAP); agências das Nações Unidas no  Brasil, bem como entidades da sociedade civil e organizações internacionais e bilaterais.
 

 

 

Estrutura Organizacional

A equipe do IPC-IG está organizada na seguinte estrutura:

 

Conselho Executivo

O Conselho Executivo supervisiona o desempenho e as realizações do IPC-IG de acordo com o plano anual de trabalho do Centro. É composto por representantes das seguintes instituições:

  • Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)
  • Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 
  • Ministério das Relações Exteriores (MRE)
  • Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)

O Centro secretaria o Conselho Executivo. 

Ata da reunião do Conselho Executivo do IPC-IG, realizada em 15/4/2016. Leia aqui

Diretor:

Niky Fabiancic

 

Pesquisadores:

Diana Sawyer (Coordenadora Sênior de Pesquisa)
Fábio Veras (Coordenador Sênior de Pesquisa)
Luis Henrique Paiva (Ipea)
Rafael Osório (Coordenador Sênior de Pesquisa e representante Ipea)
Anna Carolina Silva
Antonio Claret (Ipea)
Cláudia Tufani
Fernando Gaiger (Ipea)
Isabela Machado
Letícia Bartholo (Ipea) 
Mario Gyoeri
Pedro Arruda
Raquel Tebaldi
Rodrigo Orair (Ipea)
 

 

Gestão de Projetos e Operações

Guillemette Martin
Guilherme Berdu
Haroldo Machado-Filho (Coordenador operacional/PNUD Brasil)
Hane Libânio
Jorge Leandro de Oliveira (Coordenador)
Livia Nogueira (Coordenadora)
Lorena Vedekin B. Santos
Mariana Balboni (Coordenadora)
Rafael Celso Silva
Ricardo Ferreira
 

 

Comunicação:

Analice Martins
Denise Marinho dos Santos (Coordenadora)
Marco Prates

 

Publicações:

Flávia Amaral
Manoel Salles
Michael Maclennan (Editor chefe – Revista Policy in Focus)
Roberto Astorino (Coordenador)
Rosa Arendt

 

TI e Gestão Web:

André Lyra (Coordenador)
Yannick Roulé

 

Estagiários e Fellows:

Alexis Lefevre
Charlotte Bilo
Gabrielle Leite
Hannah Rose Gooze
James Burnham
Manuella Azevedo
Tiina Lehti
 
 

Participe: Oportunidades

O IPC-IG oferece uma variedade de oportunidades para você se envolver com nosso trabalho como indivíduo, organização ou instituição de pesquisa:

 

  • Programa de Estágio: desenvolvido para fornecer suporte em pesquisa aplicada e diálogo de políticas públicas do IPC-IG e simultaneamente complementar as experiências práticas dos estagiários em diversas áreas relacionadas ao desenvolvimento internacional.
  • Programa de Pesquisador Visitante: desenvolvido para fornecer apoio para profissionais de meio de carreira em avançar os objetivos de suas instituições e promover pesquisa na área de desenvolvimento social.

 

As informações sobre os programas de estágio e de pesquisador visitante estão em disponíveis em inglês. Esse idioma é um dos requisitos para participação nos citados programas.

Email: ipc@ipc-undp.org